Economize dinheiro em transcrição com nossas 7 dicas para gravar entrevistas

economize dinheiro com uma gravação de boa qualidade

Economize dinheiro com estas 7 dicas para gravar entrevistas usa o princípio do “uma mão lava a outra, as duas lavam o rosto”. Para uma transcrição de áudio ser bem realizada, a matéria prima é importante. Por isso, inauguramos este blog com…

7 dicas para economizar dinheiro gravar entrevistas

Gravar adequadamente uma entrevista pode render dinheiro na forma de economia. Você pode solicitar um desconto. Muitos transcritores não vão querer perder um áudio que eles classificam como “mamão com aç~ucar”. Então preparamos sete dicas para você egravar bem e não ser penalizado com aumento do valor do serviço de transcrição se a gravação estiiver precária. Ao solicitar uma transcrição de áudio, entenda que para uma transcrição de áudio bem feita é resultado do trabalho de pelo menos quatro pessoas. O pesquisador, o orientador do pesquisador, o transcritor e o revisor. E quais são as atribuições de cada um? Este post trará as atribuições de cada um para que seu trabalho acadêmico possa ser feito com calma, com tempo suficiente. O trabalho de gravação da entrevista é do pesquisador ou seu colaborador ou coautor. Portanto, se você é um pesquisador-entrevistador, saiba como gravar entrevistas que maximizem os acertos de seu transcritor preferido.

O trabalho que cabe ao transcritor

Ao transcritor cabe um ouvido apurado e disposição para revisar pelo menos duas vezes antes de entregar o trabalho ao revisor. A primeira transcrição frequentemente apresenta erros em 90% das linhas, sem exagero. Trata-se de uma ocorrência normal, segundo nossa experiência. Uma palavra fora de lugar, algum desentendimento ou coisa parecida.

Na primeira revisão, o transcritor consegue aumentar o acerto para 40% das linhas e em seguida para 85%-90%. Mas mesmo assim, é um número elevado de erros.

Pesquisar na internet os termos desconhecidos, ouvir pelo menos 5 vezes o trecho de áudio antes de marcar que não foi possível o entendimento e se esforçar ao máximo para entregar o serviço no prazo e qualidade estipulados.

Ao gravar entrevistas com qualidade, o transcritor consegue entender as palavras melhor e a ocorrência de erros tende a diminuir.

A obrigação do revisor

O revisor, ao receber a transcrição de áudio, ele tem por obrigação ouvir o áudio a 70% de velocidade nas primeiras 100 linhas do texto para se acostumar com a voz dos falantes. Depois ele pode passar a ouvir a 120% ou 150%, dependendo da clareza do áudio, assim como a fluidez das falas e da presença ou não de muitas interrupções.

Estamos aqui nos referindo a uma transcrição de entrevista de 60 minutos com 2 pessoas, em fala tranquila. Normalmente, se o transcritor conseguiu acertos em nível superior a 90%, pode-se dispensar a segunda revisão. Caso contrário, tenha ficado abaixo disso, é arriscado entregar ao cliente sem fazer a segunda revisão.

Revisar atentamente, não se deixando de se empolgar com os acertos do transcritor, mas acompanhar até o último segundo do áudio. Existem variações de qualidade durante a entrevista, assim como o fator humano do estado de espírito do transcritor.

A revisão do pesquisador

Este artigo está voltado ao papel do pesquisador. Estas são as sugestões que listamos para que o pesquisador tenha seu áudio garantido. As dicas de ouro abaixo são fruto de inúmeras horas de atenta audição do que aconteceu e de algumas conversas entre pesquisadores e o autor deste post. Gravar entrevistas de boa qualidade ajuda o pesquisador em seu árduo trabalho de ouvir novamente todas as entrevistas para corrigir eventuais erros de transcrição.

Esta aí uma ótima dica, Gravador Sony que grava até 1000 horas em .mp3

Economize dinheiro já: seguem as 7 dicas para gravar bem e negociar descontos conosco

  1. Garantir a qualidade do áudio, testando em ambientes externos e internos, testando as diversas distâncias em que o som sai claro ou não.
  2. Estar familiarizado com o manuseio do equipamento. Saber como ligar, como pausar e como desligar.
  3. Trocar as baterias do gravador a cada 2-3 horas, levando pilhas de reserva.
  4. Ter um backup de gravação com o seu smartphone também parece ser boa ideia.
  5. Enviar o áudio no formato original, mas se assegurar de que o gravador não estará gravando com baixa qualidade.
  6. Certificar-se de que os aparelhos estão no máximo à distância de 1,0 metro do entrevistado (imagine mentalmente a distância de um braço e meio esticado).
  7. Ao receber a entrevista transcrita, imediatamente imprimir e,com uma caneta, anotar as falhas eventuais do trabalho entregue. Recomenda-se ler a transcrição a 160%-180% de velocidade, pois a esta altura os erros a serem encontrados são poucos.

O papel papel do orientador

Analisar as transcrições junto ao orientando e, sim, claro, por que não? Indicar a gente para os colegas, né.

Ficamos felizes se você puder compartilhar essa informação aos seus amigos, que pode ser muito útil.

Próximo post: os melhores APP para gravação de voz no celular.

O Gravador Sony é o mais recomendado pelo tamanho e praticidade. Vale a pena ter um, pois custa pouco se comparado ao benefício de se ter um backup para seu celular. Já ouvimos casos de entrevistas que não foram gravadas ou por inabilidade, ou porque se derramou líquido sobre o gravador. Então, velho ditado, “quem tem dois, tem um”. Grave com dois aparelhos. Seguro morreu de velho.

Economize dinheiro com transcrição agora mesmo

Se você já fez as gravações e não viu esta página antes de realizar as gravações, ainda assim se elas estiverem bem gravadas, experimente conversar conosco! Preencha o formulário e deixe em sua mensagem esse pedido. Havendo esse pedido e sendo constatado que existe boa qualidade técnica para a transcrição, você pode estimar quanto você gastará na sua transcrição ou degravação.