Outras convenções em transcrição

Outras convenções em transcrição de áudio

Outras convenções em transcrição.

Outras convenções em transcrição de áudio são adotadas por nossa rede. Frequentemente somos obrigados a fracionar áudios quando eles são longos. Assim, diferentes transcritores recebem pedaços do mesmo áudio. Essa tática é usada quando o cliente tem muita pressa em receber um áudio, por exemplo, de duas horas, no mesmo dia.

Para que o texto fique mais uniforme, deixando para o revisor a parte mais importante que é a validação das informações contidas no texto transcrito em relação ao que se escuta no áudio, é fundamental que os profissionais uniformizem a sua produção.

Seguem assim as regras básicas recomendadas para uniformizar a produção textual de várias pessoas, de modo a padronizar um texto escrito por várias mãos. Sabemos que são várias regras, mas reduzimos ao mínimo. Tocar em orquestra é diferente de ser solista, OK?

  • Datas: Grafar tudo como extenso, exceto data (preferir forma extensa: 31 de 10 – grafar como 31 de outubro).
  • Década: Coisas referentes a décadas e anos, preferir números. 1970 (não leva ponto), década de 1920, década de 2010, anos 1930.
  • Números romanos: Conforme bom senso.
  • Horário: Dê preferência ao formato universal – 15:59 – quando for possível.
    1. Exceção à palavra banco 24 horas. ((porque não é horário))
    2. Levei duas horas e meia na fila.
    3. Cheguei às 14:00 e saí às 21:00.
    4. Evitar algo do tipo, “saí 16:00 da tarde” pois 16:00 já significa “quatro da tarde”.
    5. É permitido uso de cinco para as sete. Quinze para a meia-noite.
  • Números para indicar contagem: Conforme regras da gramática
    1. De um a dez, usar por extenso.
    2. 11 até 999
    3. Evite excesso de zeros: Isso facilita a leitura
      • 100 mil.
      • 1 milhão e meio.
      • 10 bilhões e 500 milhões.
      • 1 trilhão.
    4. Gênero: Não usar gênero em contagem
      • 100 homens e 100 mulheres.
      • 200 homens e 200 mulheres.
  • Dinheiro: Use as regras dos números, pondo o símbolo monetário. De preferência, utilize ‘ponto’ para separar os centavos e não ‘vírgula’.
    1. R$ 1.00 , R$ 2.40, R$ 5.40.
    2. R$ 1 milhão, R$ 3 bilhões e R$ 210 mil.
    3. Em números grandes, evite colocar centavos. Se o falante diz “dez mil e catorze ponto um centavo” use R$ 10.014. Desprezamos o um centavo, pois ele não é relevante neste caso. Valha-se do bom senso.
  • Porcentagem: Utilize 2.3 por cento (não use vírgula)
  • Endereço: Como é preenchido a correspondência normal, mas sem abreviar. Avenida Fulano de Tal, número 123456, apartamento 21, 2º andar, Torre Marina, CEP 12345-000.
  • Incompreensões: Sinalizar com (inint).
  • Não usar “…” e nem “:” por razão de afetar desempenho de nosso software de verificação ortográfica. Permitidos são: “.”, “, “, “;” e “- ”
    1. Travessão: ALT+0150 (atalho).
    2. Musical: ALT+14 ((♫)) ou ALT+13 ((♪))
  • Usar aspas duplas para citação e aspas simples para citação dentro da citação.
  • Corte intencional do transcritor: […] ((comentário opcional))
  • Usar letras maiúsculas para soletrar: ‘A’, ‘B’, ‘C’…
  • Quando o falante disser “entre aspas”, grafe conforme falou, entre aspas, não ponha aspas por sua conta. Fica melhor para o leitor interpretar a fala, não a escrita.
  • ((comentários do transcritor)) Deve-se grafar com parênteses duplos e iniciado com letras minúsculas sem pontuação. A pontuação dentro ou fora de parênteses duplos não é aconselhável, por se tratar de um elemento estranho ao texto. O elemento ((comentários)) é um elemento externo ao texto produzido, algo como o ((bum)) ((crás)) ((ratatatá)) das histórias em quadrinhos. É externo ao ‘balão da fala’.
  • Você confunde ((acha graça)) com ((riso)) com ((risos))? Use como se fosse WhatsApp ou mensagem por celular.
    1. ((acha graça)) para KK;
    2. ((riso)) para KKK; e
    3. ((risos)) para KKKK ou gargalhadas.

Todo conteúdo do Blog de transcrição de áudio.